Ricardo Alexandre Barroso Batista

 

Informação Geral

Categoria académica: 

Estudante de Doutoramento

Email:  rbarrososj@gmail.com

Curriculum DeGóis

ORCID ID

 

Biografia e Interesses de Investigação

Ricardo Barroso Batista é licenciado pela Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa, em 2011, recebendo, em 2012, o Prémio Santo Inácio de Loyola (Universidade Católica Portuguesa), por ter concluído o curso com a média mais elevada. Está a escrever uma tese de doutoramento sobre o Princípio de Razão Suficiente como ponto de intersecção entre a Metafísica da Fundação (Metaphysical Grounding) e o Argumento Cosmológico na Filosofia da Religião. Na sua investigação, analisa os princípios de dependência ontológica e de causalidade e os conceitos adjacentes de contingência e necessidade, à luz do fundacionalismo metafísico, relacionando-os com a argumentação cosmológica contemporânea.

Principais Publicações

Batista, Ricardo B; Balsas, Álvaro. 2016. “Uma Proposta Tomista para o Debate Actual entre Monismos e Pluralismos na Metafísica da Fundação”, Revista Portuguesa de Filosofia 72, 2-3: 725 – 770. doi: 10.17990/rpf/2016_72_2_0725
Batista, Ricardo A. B. 2013. “Reposicionando o Endurantismo na Actual Metafísica da Persistência, Segundo a Analogia do Ser”, Revista Portuguesa de Filosofia 69, 2: 215 – 240.
Barroso Batista, R. 2012. “Crítica à Metafísica Analítica Contemporânea e Reposicionamento da Metafísica face à Ciência, num Compromisso Ôntico com a Verdade”, Revista Portuguesa de Filosofia 68, 1-2: 147 – 170. doi: 10.17990/rpf/2012_68_1_0147
Dinis, Alfredo; Balsas, Álvaro; Batista, Ricardo B. eds. 2017. A Jesuit Against Galileo? The Strange Case of Giovanni Battista Riccioli Cosmology, Axioma Studies in Philosophy of Nature and in History and Philosophy of Science ed. 1, ISBN: 9789726972822. Braga: Axioma – Publicações da Faculdade de Filosofia. doi: 10.17990/Axistudies/2017_01
Batista, Ricardo A. B. ed. 2015. Metafísica: Problemas Contemporâneos ed. 1, ISBN: 9789726972327. Braga: Revista Portuguesa de Filosofia. doi: 10.17990/rpf/2015_71_4_0000